Parceiros trabalham no curso sobre igualdade de género para formadores na quarta reunião

O consórcio Women Can Build reuniu na cidade portuguesa de Lisboa para realizar o quarto encontro de parceiros e partilhar os conteúdos a serem discutidos no curso online (Curso Massivo Aberto Online -MOOC- ) sobre igualdade de género para professores de construção.

Nos dias 23 e 24 de Maio, o Cenfic acolheu na sua sede, na capital portuguesa, os oito parceiros europeus para trabalharem em questões de divulgação e para contribuírem para a visibilidade das mulheres no sector. Em resposta à necessidade de sensibilização, optou-se por entrevistar os futuros profissionais e trabalhadores, a fim de conhecer a sua perceção das oportunidades de emprego e as barreiras que impedem a sua integração.

Da mesma forma, o consórcio definiu os parâmetros a serem abordados no curso para mulheres, que tem como objetivo fornecer-lhes informação e conhecimento sobre a grande variedade de atividades profissionais que podem ser desenvolvidas dentro da construção, para que possam experimentar e descobrir novas alternativas para seu futuro emprego.

Em relação aos centros de formação, as opiniões dos professores serão analisadas a fim de identificar as suas necessidades e expectativas sobre as questões de género. O objectivo é conhecer as desvantagens e os atributos que devem ser realçados para que o sector se torne mais atractivo para o público feminino.

Acesar o formação de Formadores para o “Desenvolvimento da Competição de Igualdade de Género”

Finalmente, a inclusão laboral foi abordada do ponto de vista das empresas e dos empregadores, como forma de aumentar o número de mulheres no trabalho. Para o efeito, o consórcio está a trabalhar no desenvolvimento de um plano de inserção para melhorar a receptividade dos empregadores. Entre as estratégias a implementar, destaca-se a elaboração de uma brochura sobre as vantagens de ter estes profissionais na força de trabalho.

Artigo anterior
Women can Build Consortium avança no trabalho na sua terceira reunião em Düsseldorf
Artigo seguinte
“A construção não é só um mundo masculino, já vivi fora e vi muitas mulheres a serem serventes de pedreiro”

Entradas relacionadas

Menu